fbpx


Suplementação de vitamina B12 para pacientes de cirurgia bariátrica

Postado em 1 de fevereiro de 2021 | Autor: Marcella Gava

Entre todos os micronutrientes, a deficiência de vitamina B12 permaneceu após 18 meses de cirurgia bariátrica

Estudo teve como objetivo de comparar o déficit de vitamina B12 em relação a outros micronutrientes após cirurgia bariátrica, concomitante a suplementação de vitaminas e minerais, e determinar se tal fato teve influência das características clínicas e metabólicas da cirurgia. Para isso foi realizado um estudo com pacientes obesos que realizaram cirurgia bariátrica entre os anos de 2013 e 2018. Estes pacientes foram acompanhados durante dois anos pela análise dos prontuários aos dois, 12, 18 e 24 meses após a cirurgia. Todos os pacientes receberam orientações dietéticas e de estilo de vida, 200µg de ácido fólico diariamente, 1000µg de vitamina B12 semanalmente, 100.000 UI de vitamina D mensalmente e um complexo multivitamínico e mineral de A a Z. Foram avaliados também peso, altura, IMC, percentual de perda de peso e reganho de peso, concentração sérica de vitamina B12 e ácido fólico.

Fizeram parte do estudo 399 pacientes bariátricos, sendo que 352 realizaram by-pass gástrico (BG) e 47 realizaram gastrectomia do tipo Sleeve (SG). As maiores taxas de deficiência foram observadas na visita 1 para vitamina D (35,7%) e ferro (21,9%). Comparada a outros micronientes, a taxa de déficit de B12 aumentou durante o intervalo de 6 a 24 meses, apesar da suplementação, aumentando 12,0% na visita 3. Este agravamento do déficit de vitamina B12 após cirurgia não foi relacionada à má absorção global de micronutrientes e/ou a uma má adesão à ingestão de suplementos, visto que apenas um caso tinha um déficit combinado de B12, folato e vitamina D. O déficit de B12 não foi associado à perda de peso nem ao tipo de cirurgia. A análise univariada mostrou que idade, folato, homocisteína, avaliação do índice de doença hepática gordurosa não alcoólica (ASAT e APRI) foram determinantes significativos da concentração de vitamina B12 na cirurgia. A concentração de B12 foi associada com a idade e o escore APRI na análise multivariada.

Assim, o estudo mostrou que a suplementação com uma formulação multivitamínica associada a uma ingestão semanal de vitamina B12 foi parcialmente eficiente para prevenir os déficits de micronutrientes no período de 2 anos após a cirurgia bariátrica na maioria dos casos. O fracasso da suplementação sistemática com comprimidos de multivitaminas / oligoelementos para prevenir déficits específicos ilustra a necessidade de suplementações específicas adaptadas.  O deficit de B12 apresentou um agravamento do déficit em 18-24 meses após a cirurgia. Atenção especial deve ser dedicada a este subconjunto de pacientes, que devem ser seguidos cuidadosamente e tratados com doses adaptadas de vitamina B12.

Referência

Antoine D et al. Medium term post-bariatric surgery deficit of vitamin B12 is predicted by deficit at time of surgery. Clinical Nutrition 40 (2021) 87-93.

 



Leia também



Assine nossa newsletter: