>


Citocinas pró-inflamatórias podem levar à diminuição da densidade mineral óssea

Postado em 16 de outubro de 2015 | Autor: Alweyd Tesser

 

Resultados de um estudo polonês demonstraram que a osteoporose é uma complicação comum da anorexia nervosa (AN), e a produção e liberação de vários agentes osteotrópicos, como as citocinas pró-inflamatórias, por exemplo as interleucinas IL-1beta, IL-6 e o fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) podem levar à diminuição da densidade mineral óssea nessa população.
 
O objetivo foi avaliar a relação entre IL-1beta, IL-6 e TNF-alfa e os marcadores ósseos, osteocalcina (OC) e osteoprotegerina (OPG) em 59 adolescentes do sexo feminino, durante os três primeiros meses de internação em um hospital da cidade de Zabrze (Polônia), e comparar esses dados com os de 17 adolescentes saudáveis.
 
As meninas com AN apresentaram redução significativa no peso corporal, índice de massa corporal (IMC) e IMC com desvio padrão para a população polonesa, em comparação com os controles. Estas alterações foram associadas com um aumento significativo de IL-1beta, IL-6 e TNF-alfa e OPG.
 
“A relação entre o estado nutricional e IL-1beta, IL-6 e TNF-alfa, bem como indicadores de metabolismo ósseo parecem indicar que as anormalidades observadas em relação às concentrações de citocinas pró-inflamatórias e remodelação óssea em adolescentes com AN poderiam resultar no quadro de desnutrição”, concluem os autores.
Referência (s)

Ostrowska Z, Ziora K, Oświęcimska J, Marek B, Świętochowska E, Kajdaniuk D, et al. Selected pro-inflammatory cytokines, bone metabolism, osteoprotegerin, and receptor activator of nuclear factor-kB ligand in girls with anorexia nervosa. Endokrynol Pol. 2015; 66(4):313-21.

Leia também



Cadastre-se e receba nossa newsletter