Consumo de nozes altera proliferação e morte celular no Câncer de Mama

Postado em 29 de abril de 2019 | Autor: Nicole Corrêa Perniciotti

Pesquisa relaciona o consumo de nozes como importante fator de supressão no crescimento de câncer de mama

Estudo randomizado com  mulheres com câncer de mama avaliou a relação entre consumo de nozes, crescimento tumoral, sobrevivência de células cancerígenas e metástase.

10 mulheres com diagnóstico da doença foram divididas em grupo controle e grupo nozes. Após realização de uma biópsia, as mulheres do grupo nozes foram orientadas a consumir  56,7g (média de 11,36 unidades) de noz por dia. No ato cirúrgico, aproximadamente 2 semanas após o início da intervenção, amostras adicionais do tumor foram retiradas e avaliadas. Alterações na expressão gênica foram avaliadas comparando o período pré e pós intervenção.

Análise genética revelou que a expressão de 456 genes foi significativamente alterada devido ao consumo de nozes. Observou-se ativação de vias que promovem apoptose e adesão celular, inibição de vias que promovem proliferação e migração celular, redução de inflamação e aumento da morte de celulas cancerígena no grupo que consumiu nozes. Também ocorreu supressão da via PI3K/Akt neste mesmo grupo, o que pode estar associado com melhor resposta à quimioterapia.

Os autores sugerem que ensaios clínicos sejam realizados para confirmar os resultados positivos observados, mas destacam que o estudo apoia a hipótese de que o consumo de nozes alteraria a expressão gênica em cânceres de mama diminuindo crescimento e sobrevivência do tumor. A incorporação de nozes a uma dieta saudável pode reduzir a morbidade e mortalidade do câncer de mama.

 

Hardman, et al. Dietary walnut altered gene expressions related to tumor growth, survival, and metastasis in breast Cancer patient A pilot clinical trial. Nutrition Research 2019.pdf

Tabela para avaliação de consumo alimentar em medidas caseiras – 4° Ed. Ana Beatriz Vieira Pinheiro e Outros. Ano: 2002  Editora: Atheneu.       

Leia também