fbpx

EMULSÕES LIPÍDICAS PARENTERAIS MODULAM A EXPRESSÃO DE MOLÉCULAS ENVOLVIDAS NO PROCESSO DE APRESENTAÇÃO DE ANTÍGENOS

Postado em 3 de agosto de 2005

Jacintho TM1, Torrinhas RSMM1, Marques CG1, Sales MM2, Goto H3, Gidlund M 3, Gama-Rodrigues J.

1 Laboratório de Fisiologia e Distúrbios Esfincterianos do Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – METANUTRI (LIM-35), 2 Sessão de Citometria do Laboratório Central do Hospital das Clínicas da FMUSP, 3 Laboratório de Soroepidemiologia e Imunobiologia do Instituto de Medicina Tropical da USP, São Paulo, Brasil.

Resumo

Introdução: Emulsões lipídica parenterais (EL) podem modular funções de leucócitos e modificar a resposta imune. O processo de apresentação de antígenos ocorre graças a expressão de moléculas de superfície específicas e constitui o ponto chave para iniciar um resposta imune eficiente.

Objetivos e métodos: Na presente investigação, a expressão de moléculas de superfície em monócitos/macrófagos ativados (HLA-DR, CD80 e CD86) e receptores linfocitários T auxiliares (CD28 e CD152) foi avaliada em células mononucleares provenientes de dez doadores voluntários saudáveis. As células foram cultivadas na presença de fitohemaglutinina (PHA) e cinco emulsões lipídicas comerciais ou experimentais. Seis grupos foram formados: a) Controle (sem acréscimo de EL); b) TCL -6 (EL a base de óleo de soja); c) TCLn-6/TCLn-3 (mistura experimental de EL a base de óleo de soja com EL de óleo de peixe); d) TCM/TCLn-6 (EL a base de óleo de coco e soja); e) TCM/TCLn-3 (mistura experimental de EL a base de óleo de coco e soja com EL de óleo de peixe) e f) SMOF (EL contendo mistura de óleo de soja, coco, oliva e peixe). A expressão das moléculas de superfície foi avaliada por citometria de fluxo e os resultados obtidos da porcentagem e intensidade de fluorescência foram analisados com teste Friedman e teste Student Newman Keuls (p<0,05).

Resultados: Todos os grupos tratados com EL tiveram menor expressão de HLA-DR por monócito/macrófago (Intensidade de fluorescência) em relação ao controle (p = 0,01). O número de linfócitos T auxiliares exprimindo CD28 (porcentagem de fluorescência) e a expressão por célula de CD152 (Intensidade de fluorescência) aumentou em todos os grupos tratados com EL em relação ao controle (p = 0,001 e p = 0,03 respectivamente) A expressão de CD80 e CD86 na superfície de monócitos/macrófagos não foram alteradas.

Conclusão: Aparentemente, emulsões lipídicas parenterais inibem a expressão de moléculas apresentadoras de antígenos HLA-DR em monócitos/macrófagos, mas estimulam a expressão de moléculas receptoras de sinais co-estimulatórios na superfície de linfócitos T auxiliares. Esta resposta paradoxal necessita de mais investigações.

Leia também