fbpx


Novo alerta da Sociedade Brasileira de Pediatria: Síndrome inflamatória multissistêmica em crianças associada à COVID-19

Postado em 22 de maio de 2020 | Autor: Nicole Perniciotti

A primeira série de casos com a síndrome inflamatória multissistêmica foi relatada pela Sociedade de Pediatria do Reino Unido

Os Departamentos Científico de Infectologia e Reumatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) lançam novo alerta sobre uma nova apresentação aguda e grave da Síndrome inflamatória multissistêmica, provavelmente associada ao agente SARS-CoV-2, causador da doença do COVID-19.

Segundo o documento, a primeira série de casos da síndrome inflamatória multissistêmica foi relatada pela Sociedade de Pediatria do Reino Unido em oito pacientes com idades que variaram de 4 a 17 anos. Eles apresentavam febre alta e persistente (38-40°C), conjuntivite não purulenta, edema de mãos e pés, dor abdominal vômitos e diarreia. Todos apresentavam doença grave e multissistêmica, evoluíram com choque (com hipotensão arterial e taquicardia), principalmente cardiogênico e com elevações de enzimas miocárdicas (troponina e pró-BNP).  Alterações laboratoriais foram observadas, dentre elas, a elevação dos valores de proteína C-reativa (PCR), procalcitonina, ferritina, triglicérides, D-dímero, assim como das provas de função miocárdica.

Sinais de alerta e abordagens terapêuticas precoces também são abordadas no documento. Faça o download do arquivo para ler o alerta na íntegra.

  • DOWNLOAD

Referências

Sociedade Brasileira de Pediatria

Cadastre-se e receba nossa newsletter