fbpx


Ortorexia e a relação com dieta onívora e vegetariana

Postado em 3 de junho de 2021 | Autor: Eduarda Rodrigues | Tempo de leitura: 3 min

O estudo foi realizado com indivíduos fisicamente saudáveis no Instituto de Medicina de Munique.

Alguns estudos mais antigos mostram que indivíduos adeptos à dieta vegana restrita ou à dieta vegetariana apresentam uma predisposição ao desenvolvimento de depressão, ansiedade e transtornos mentais em geral, quando comparados com indivíduos onívoros. Porém, a literatura mais recente, após novas descobertas, mostra que essa afirmação é incompatível com a realidade, já que há fortes associações da dieta vegetariana e pouca ingestão de carnes, com benefícios à saúde corporal e mental.

Contudo a ortorexia, definida como a obsessão por uma alimentação e hábitos saudáveis, comumente encontrada em indivíduos vegetarianos, está relacionada a inúmeras alterações físicas e mentais. E até o momento, não havia estudos que demonstrassem a relação entre o transtorno e a prevalência de depressão nesse público.

A partir disso, pesquisadores desenvolveram um estudo em que foram analisadas as tendências ortoréxicas entre as dietas onívoras, vegana restrita e vegetariana aos sintomas depressivos.

A pesquisa foi desenvolvida no Instituto de Medicina Nutricional, da Faculdade Técnica de Munique. Foram escolhidos cerca de 511 adultos fisicamente saudáveis, sendo 63% mulheres, 71% onívoros, 19% vegetarianos e 9% veganos restritos. Os pesquisadores analisaram dados socioeconômicos e antropométricos, e aplicaram o questionário do paciente saudável (PHQ-9). Foram medidos os sintomas de depressão e a escala de Ortorexia de Düsseldorf (EOD) foi utilizada para medir as tendências ortoréxicas, a partir de perguntas sobre a relação de regras e formas de se alimentar.

Observou-se que entre as dietas não houve diferença no escore de depressão segundo o questionário PHQ (P= 0,05). No entanto, vegetarianos com alta pontuação, na escala de Düsseldorf, tiveram uma maior prevalência de depressão segundo o questionário de saúde, comparados aos onívoros (P= 0,002) e veganos (P =  <0,001).

A partir dos resultados, os pesquisadores concluíram que indivíduos vegetarianos com uma forte tendência à ortorexia, apresentam uma maior sintomatologia depressiva, em comparação com onívoros e veganos. Contudo, reforçam que são necessários mais estudos que esclareçam a relação entre dieta vegetariana e depressão de forma mais efetiva.

Referência

Hessler-Kaufmann JB, Meule A, Holzapfel C, et al. Orthorexic tendencies moderate the relationship between semi-vegetarianism and depressive symptoms. Eat Weight Disord. 2021;26(2):623-628.

Cadastre-se e receba nossa newsletter