fbpx


Quais são as propriedades nutricionais do gengibre?

Postado em 18 de novembro de 2021 | Autor: Rita de Cássia Borges de Castro

O gengibre confere inúmeros benefícios à saúde

Gengibre e seus benefícios

Imagem: Shutterstock

O Zingiber officinale, ou popularmente conhecido como gengibre, é uma das plantas mais conhecida e utilizada no mundo todo. O gengibre é originário da Ásia tropical e pertencente à família dos Zingiberaceae, sendo utilizada a parte do Rizoma (raiz) utilizado em chás, perfumes, bebidas e preparações, especialmente em pratos asiáticos.

Em sua composição podemos encontrar alguns compostos importantes, como os fotoquímicos, os gingeróis que são responsáveis pelo seu gosto amargo e ardido característico e o 6-gingerol, sendo o componente mais ativo, que se destaca por sua atividade antioxidante.

Benefícios do gengibre à saúde

 O gengibre apresenta inúmeros benéficos tanto nos alívios de sintomas de doenças inflamatórias crônicas como a colite ulcerosa, artrite reumatoide, entre outras doenças, a rouquidão causada por inflamação na garganta e até alivio de náuseas e vômitos presente na gravidez.

De maneira geral, os estudos científicos têm demonstrado que o gengibre possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias, antioxidantes, hipoglicemiantes, hepatoprotetora, hipocolesterolêmica e antitumoral, tornado esse fitoterápico essencial para o tratamento secundário e de prevenção de diversas doenças.

Estudos realizados in vitro e in vivo demonstraram que o gengibre e seus compostos isolados podem ser eficazes no controle do câncer gástrico, colorretal, ovário, fígado e da pele, considerado também efetivo para o tratamento da diabetes e de náuseas e vômitos associados com a quimioterapia e na gestação.

Além disso, estudos relatam que, além da propriedade anti-inflamatória, o gengibre possui atividade analgésica, devido à sua atuação nas moléculas da dor associada à inflamação, o tornando um fitoterápico indispensável para manutenção da saúde.

Veja também: Fitoterapia: o que é e quando utilizar?

 

Referência

VIEIRA, Nichelle Antunes et al. Efeito anti-inflamatório do gengibre e possível via de sinalização. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, [S.L.], v. 35, n. 1, p. 149, 22 set. 2014. Universidade Estadual de Londrina.

NAM, Youn Hee et al. Steamed Ginger May Enhance Insulin Secretion through KATP Channel Closure in Pancreatic β-Cells Potentially by Increasing 1-Dehydro-6-Gingerdione Content. Nutrients, [S.L.], v. 12, n. 2, p. 324, 26 jan. 2020.

ZHENG, Jie et al. Spices for Prevention and Treatment of Cancers. Nutrients, [S.L.], v. 8, n. 8, p. 495, 12 ago. 2016.

Cadastre-se e receba nossa newsletter