fbpx


Risco de desnutrição em idosos que recebem cuidados da saúde pública

Postado em 13 de maio de 2021 | Autor: Aline Palialol | Tempo de leitura: 3 min

Idosos que recebem cuidados de enfermagem de curto prazo apresentaram maiores riscos de desnutrição

Usando dados da Senior Alert, registro nacional de qualidade da Suécia, um estudo buscou identificar a prevalência dos riscos de desnutrição, saúde bucal precária, quedas e úlceras por pressão em idosos com mais de 65 anos que recebem diferentes tipos de cuidados de saúde pública. Esse registro nacional é uma ferramenta para profissionais de saúde e inclui avaliação de risco, análise das causas, planejamento e execução de intervenções para o cuidado individualizado e preventivo desses idosos nos riscos mencionados.

O estudo, então, utilizou as informações de 12.518 idosos, com idade > 65 anos, disponíveis na ferramenta. Os resultados foram obtidos através da aplicação de testes t, teste qui-quadrado, teste de Mantel-Haenszel e modelos de regressão logística. Notou-se com essa pesquisa que a prevalência de risco para úlcera por pressão, desnutrição, saúde bucal precária e quedas foi de 27,9, 56,3, 34,2 e 74,5%, respectivamente. E, aproximadamente, 90% dos idosos tinham pelo menos um risco para a saúde.

Todos os riscos, exceto desnutrição, apresentaram números maiores nas unidades de tratamento para demência quando comparados aos cuidados de enfermagem de curto prazo, cuidados de saúde domiciliar e lares de idosos. Em contrapartida, a chance do risco de desnutrição foi significativamente maior entre os idosos que permanecem em cuidados de enfermagem de curto prazo em comparação com outros tipos de habitação.

Ademais, as chances de um idoso ter mais de um desses riscos, era mais frequente em lares de demência em comparação com lares de idosos e cuidados de saúde domiciliar, mas quando comparadas aos cuidados de enfermagem de curto prazo, as chances eram semelhantes.

Portanto, com base nas informações obtidas, o estudo concluiu que tais riscos exigem uma grande preocupação do sistema de saúde pública da Suécia e precisam ser implementadas intervenções preventivas eficazes e abrangentes que possam reduzir esses números.

Referência

Neziraj, M., Hellman, P., Kumlien, C. et al. Prevalence of risk for pressure ulcers, malnutrition, poor oral health and falls – a register study among older persons receiving municipal health care in southern Sweden. BMC Geriatr 21, 265 (2021).

Assine nossa newsletter: