fbpx


Cobertura 7º Congresso Internacional de Probióticos e Prebióticos em Pediatria: Microbiota em Perinatologia

Postado em 7 de outubro de 2021

Microbiota em perinatologia

Nos primeiros vídeos da Cobertura do 7º Congresso Internacional de Probióticos e Prebióticos em Pediatria, o Dr Dan Waitzberg destaca a colonização da microbiota nos 1000 dias.

 

Destaques da sessão “Microbiota em Perinatologia”:

  • Ao nascer o intestino do recém-nascido pode ser comparado a livro em branco.
  • Diferentes colonizações da microbiota infantil nos primeiros 1000 dias de vida podem impactar a imunidade do bebê e sua a relação entre eixo intestino-cérebro e motilidade intestinal.
  • Os primeiros 1000 dias de vida são uma janela de oportunidade para intervenções na microbiota intestinal, a fim de garantir uma boa colonização do intestino do bebê.
  • Esta boa colonização pode participar de forma preventiva em casos de alergias atópicas.
  • Conhecer a microbiota vaginal é extremamente importante para o desenvolvimento de novas terapias e prevenção de parto prematuro.
  • Transplante de microbiota intestinal materna é capaz de melhorar a microbiota de bebês nascidos de parto cesárea tornando-as parecidas com a de bebês nascidos de parto vaginal (perfil mais sadio).
  • A utilização de probióticos específicos, como L. reuteri associados a vitamina D tem bom efeito imunomodulador e podem ser uma escolha interessante para o tratamento complementar segura e eficaz para reduzir os sintomas de faringite ou amigdalite em crianças.

 

Parte 1: 

 

Parte 2: 

 

 

 

Patrocínio:

           

 

COLIDIS – registro de titularidade do Aché. Reg. MS nº: 5.6381.0334.001-1.
O Lactobacillus reuteri DSM 17938 pode contribuir para a melhora do desconforto intestinal de bebês.
“O MINISTÉRIO DA SAÚDE INFORMA: APÓS OS 6 (SEIS) MESES DE IDADE, CONTINUE AMAMENTANDO SEU FILHO E OFEREÇA NOVOS ALIMENTOS.”

PROVANCE SABOR LIMA-LIMÃO 5.6381.0335.001-5. PROVANCE SABOR MORANGO 5.6381.0335.002-3. O Lactobacillus reuteri DSM 17938 pode auxiliar no funcionamento do intestino. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.

Cadastre-se e receba nossa newsletter