fbpx


4 mitos e verdades sobre a chlorella

Postado em 14 de março de 2022 | Autor: Redação Nutritotal

Descubra os benefícios dessa microalga

Quando se fala em algas, provavelmente você já deve ter experimentado uma delas em pratos da culinária oriental, como sushi e temaki. Mas muito além da nori, existem as chamadas microalgas, que garantem nutrientes importantes para a saúde, e que são cercadas de dúvidas. Por isso, vamos falar a respeito da chlorella, um desses pequenos alimentos nutritivos!

Ela pode ser adicionada a pratos como shakes, vitaminas, sucos, molhos e até na guacamole. Porém, a forma principal em que essa alga costuma ser consumida é em suplementos orais, com indicação de um nutricionista.

Mas quem deve optar pelo seu consumo? E quais são seus benefícios? Listamos a seguir os principais mitos e verdades baseados em estudos científicos:

Poder das microalgas! Veja mitos e verdades sobre a chlorella

Tigela com chlorella

Imagem: Shutterstock

Suplementar chlorella faz bem para o coração

Verdade. A administração de chlorella por meio de acompanhamento nutricional pode ajudar na diminuição do colesterol total, da pressão arterial e da glicemia em jejum, fatores importantes para a proteção cardiovascular.

Ela contribui com a perda de triglicerídeos

Mito. Estudos apontam que a suplementação da microalga não é capaz de diminuir a quantidade de triglicerídeos e o índice de massa corporal (IMC) no organismo. Apesar de ser um alimento indicado para uma dieta saudável, ele não é capaz de afetar a perda de peso de forma isolada.

Possui vitaminas e minerais necessários para vegetarianos e veganos

Verdade. A chlorella pode ser considerada uma alga rica em proteínas de boa qualidade, fibras alimentares e ácidos graxos como o alfalinolênico e linoleico, que podem dar energia ao tecido muscular.

Ela também é fonte de vitamina D e B12, além de folato e ferro, nutrientes que costumam ser encontrados em maior abundância em carnes, ovos e outros alimentos de origem animal. Por isso, veganos e vegetarianos podem se beneficiar da suplementação, contanto que seja acompanhada e indicada por um nutricionista.

É o mesmo suplemento que a spirulina

Mito. A spirulina é outra microalga famosa por compor receitas como massas e biscoitos. Apesar de terem um valor nutricional similar, a chlorella possui mais carboidratos e menos proteína e gordura do que a spirulina.

Quer saber mais sobre algas comestíveis? Siga o Nutritotal – Para Todos no Instagram e confira dicas imperdíveis sobre nutrição!

*Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança

Aziz A. et al. Effect of Chlorella supplementation on cardiovascular risk factors: A meta-analysis of randomized controlled trials. Clin Nutr., 2018.

Tomohiro B. et al. Potential of Chlorella as a Dietary Supplement to Promote Human Health. Nutrients, 2020.

-

Assine nossa newsletter: