fbpx


Mitos e verdades sobre o ovo

Postado em 29 de julho de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Descubra agora se a cor da casca ou o fato de ele ser caipira influencia no valor nutricional

De vilão da dieta a mocinho, até hoje esse é um alimento que divide opiniões sobre seus benefícios, usos e nutrientes. Por conta disso, inúmeros mitos e verdades sobre o ovo são divulgados diariamente nas redes sociais.

Segundo um estudo recente, divulgado no Journal of the American Medical Association, o consumo de ovos traz consigo um aumento nos níveis de colesterol, e por consequência, quando consumido em exagero, poderia estar associado a um maior risco de doenças cardiovasculares.

Entretanto, a nutricionista Lúcia Endriukaite explica que o colesterol também é um tipo de gordura fundamental para o bom funcionamento do organismo, e que é preciso mantê-la em equilíbrio. “O colesterol é a matéria-prima para a vitamina D, participa da estrutura de todas as células e ainda é necessário para a produção de secreção biliar, que vai atuar no intestino como se fosse um detergente, melhorando a digestão e absorção de gorduras”, destaca.

4 mitos e verdades sobre o ovo

Leia a seguir os principais mitos e verdades sobre o ovo e seu consumo.

Imagem com vários ovos em uma superfície de madeira, com um deles quebrado

Conheça os principais mitos e verdades sobre o ovo | Imagem: Shutterstock

Comer ovo no café da manhã dá mais saciedade

Verdade. A nutricionista Lúcia Endriukaite explica que alguns estudos foram realizados com o objetivo de avaliar a saciedade com o consumo do ovo no café da manhã. “O que se verificou é que a proteína presente no ovo proporciona saciedade e pode estar relacionada à liberação de hormônios da saciedade. O fato é que quando o ovo é consumido de manhã ele ajuda a evitar que a pessoa fique “beliscando” ao longo do dia”, diz.

Todo mundo pode comer ovo

Mito. Apesar de a maioria das pessoas poderem sim comer esse alimento, a nutricionista explica que há restrições para quem possui alergia a albumina, uma proteína presente no ovo.

 Ovo caipira tem mais nutrientes do que o da granja

Mito. Lúcia diz que tanto o ovo de granja quanto sua versão caipira, independente do sistema de criação, possuem uma composição nutricional similar, e por isso, não são tão diferentes assim na hora da refeição.

A cor da casca do ovo faz diferença nos nutrientes

Mito. Assim como o caso ovo caipira versus o ovo de granja, a cor da casca não afeta os nutrientes. “A diferença de cor está relacionada à linhagem da galinha e não interfere na composição do ovo”, conclui Lúcia.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança

Referência bibliográfica:

Lúcia Endriukaite é nutricionista do Instituto Ovos Brasil.

Zhong VW. et al. Associations of Dietary Cholesterol or Egg Consumption With Incident Cardiovascular Disease and Mortality. JAMA, 2019.

Assine nossa newsletter: