Atividade física melhora a saúde de homens com câncer de próstata

Postado em 25 de novembro de 2016 | Autor: Alweyd Tesser

Estudo conduzido por pesquisadores australianosdemonstrou que força, função física e saúde cardiovascular de homens com câncerde próstata podem ser reforçadas através de um programa de treinamento deexercícios, com características que muitos homens poderiam encontrar dentro desuas comunidades.

A análise foi realizada a partir de dados de um estudomulticêntrico randomizado controlado, no qual 15 médicos foram aleatoriamentedesignados para encaminhar os pacientes elegíveis para uma intervenção detreinamento físico ou para fornecer atendimento usual. Os dados de 119pacientes (intervenção n = 53, controle n = 66) estavam disponíveis para estaanálise. Os resultados incluíram a aptidão e função física, antropometria,frequência cardíaca de repouso e pressão arterial.

Comparados ao grupo controle, os homens na intervençãomelhoraram significativamente sua distância de caminhada de 6 minutos, força daperna e resistência torácica. Uma diferença significativa em favor dos homensna intervenção também foi encontrada para a frequência cardíaca em repouso.

“Os médicos devem informar os homens com câncer depróstata sobre os benefícios do exercício e encaminhá-los para programas deexercícios adequadamente qualificados”, concluem os autores. “Essa iniciativacondiz com as diretrizes que recomendam que os clínicos aconselhem ossobreviventes de câncer de próstata a praticar pelo menos 150 minutos deatividade física por semana”, afirmam.

Referência

Gaskin CJ, Fraser SF, Owen PJ, Craike
M, Orellana L, Livingston PM. Fitness outcomes from a randomised controlled
trial of exercise training for men with prostate cancer: the ENGAGE study. J
Cancer Surviv. 2016; 10(6):972-980.

Cadastre-se e receba nossa newsletter