fbpx


Você conhece o estudo ENANI?

Postado em 24 de agosto de 2020 | Autor: Nicole Perniciotti

Relatório avaliou base de dados de 34 anos no Brasil e novos dados são divulgados

O Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (ENANI) é uma pesquisa científica, financiada pelo Ministério da Saúde,  feita para analisar as práticas de aleitamento materno, de consumo alimentar, do estado nutricional, e as deficiências de micronutrientes de crianças menores de cinco anos. Dados preliminares desta pesquisa referentes ao ano de 2019 foram divulgados.

Os indicadores de aleitamento materno no Brasil disponíveis nos resultados preliminares do estudo foram produzidos devido a urgência na tomada de decisões sobre o aleitamento materno, que por sua vez, poderia prevenir 820.000 mortes de crianças menores de cinco anos além de 20.000 mortes de mulheres por câncer de mama por ano a nível mundial.

Entre os dados apresentados, a prevalência de amamentação de acordo com idade e região se destacou. Segundo o relatório:

  • Entre crianças com menos de 4 meses, a prevalência do aleitamento materno exclusivo foi de 60,0% no Brasil, sendo o percentual mais elevado na região Sudeste (63,5%) e menor no Nordeste (55,8%).
  • A prevalência do aleitamento materno exclusivo entre as crianças com menos de seis meses de idade foi de 45,7% no Brasil, sendo essa prática mais frequente na região Sul (53,1%) e menos na região Nordeste (38,0%).
  • A prevalência de aleitamento materno continuado aos 12 meses (crianças de 12 a 15 meses) foi de 53,1% no Brasil, sendo essa prática mais frequente na região Nordeste (61,1%) e menos na região Sul (35%).

 

Avaliando os dados juntamente a outras pesquisas como PNDS de 1986, 1996 e 2006 notou-se a evolução de indicadores no decorrer de 34 anos do nosso país. A prevalência de aleitamento materno exclusivo passou de 4,7% para 60,0% em crianças com menos de 4 meses de idade, um aumento de 55,3%. Já a prevalência do aleitamento materno exclusivo entre os menores de 6 meses passou de 2,9% para 45,7% em 34 anos de dados analisados.

Faça o download para ler o relatório completo e analisar os gráficos apresentados no documento.

  • DOWNLOAD

Referência:

ENANI

Cadastre-se e receba nossa newsletter