fbpx


Microbiota intestinal do adulto depende da sua alimentação durante a infância e adolescência

Postado em 25 de março de 2021 | Autor: Marcella Gava

Pesquisadores acompanham crianças alemãs desde 1985

A composição da microbiota intestinal é influenciada por uma dieta em longo prazo e pode estar associada ao risco de doenças crônicas no adulto.

Um grupo de pesquisadores da Alemanha investigou a associação da ingestão a longo prazo de calorias, proteínas, carboidratos, lipídeos e fibras desde a infância até o fim da adolescência com a composição da microbiota na vida adulta. Trata-se de um estudo prospectivo com crianças desde 1985 na Alemanha. Os participantes eram avaliados anualmente com medidas antropométricas e recordatório alimentar. Os participantes no momento desde estudo que possuíam mais de 18 anos foram selecionados para coletar amostra fecal da análise de microbiota fecal.

O estudo contou com 128 participantes com idade média de 29 anos no momento da coleta fecal, com uma média de 16 recordatórios alimentares por cada participante. Com 1 ano de idade a ingestão calórica correlacionou-se negativamente com o gênero Lachnospiraceae NC2004 e positivamente com Prevotella 7; a ingestão de carboidratos apresentou associação negativa com Phascolarctobacterium and Thalassospira e positiva com Dialister; a ingestão de fibra se correlacionou negativamente com Akkermansia e Megamonas e positivamente com Phascolarctobacterium e Bacterioidetes S24–7; proteínas se correlacionaram negativamente com Ruminococcaceae UCG-014 e Mollicutes bacterium e positivamente com Erysipelatoclostridium; já a ingestão de gorduras apresentou associação positiva com Bacterioidetes S24–7. Conforme a ingestão de carboidratos com 1 ano de idade aumentava, a abundancia relativa de Phascolarctobacterium reduzia e de Dialister aumentava.

Com isso, os autores verificaram uma associação em longo prazo, da infância a adolescência, entre ingestão de carboidratos e a presença de Phascolarctobacterium, Dialister e Desulfovibrio na microbiota de indivíduos adultos. Tanto o elevado consumo de carboidrato, como as três bactérias citadas poderiam aumentar o risco de doenças crônicas, assim, é de grande relevância o conhecimento dessa associação no intuito de elaborar recomendações dietéticas apropriadas para promoção da saúde e prevenção de doenças.

Oluwagbemigun K et al. Long-term dietary intake from infancy to late adolescence is associated with gut microbiota composition in young adulthood. Am J Clin Nutr. 2021 Mar; 113(3): 647–656.

Assine nossa newsletter: