O que é e como pode ser tratada a síndrome do intestino irritável?

Postado em 19 de novembro de 2014 | Autor: Alweyd Tesser

Síndrome do intestino irritável (SII) é um distúrbio gastrintestinal funcional caracterizado por dor ou desconforto abdominal e hábitos intestinais alterados (constipação ou diarreia ou alternância entre um e outro). Trata-se de uma série de sintomas que ocorrem em conjunto, e não de uma doença.

A SII afeta os movimentos do cólon, o transporte de gases e fezes e a quantidade de líquido absorvido. Nos pacientes afetados, os movimentos do cólon podem estar aumentados, impulsionando muito rapidamente o bolo fecal, não permitindo a adequada absorção desse fluido, deixando as fezes com excesso de água, o que se manifesta como diarreia. Por outro lado, quando o intestino trabalha muito lentamente, comum na SII, as fezes ficam por muito tempo em contato com as paredes intestinais, favorecendo uma maior absorção de água, deixando-as endurecidas e secas, características da constipação intestinal.

De acordo com a Federação Brasileira de Gastroenterologia, a etiologia da SII ainda é desconhecida, pois os sintomas não são causados por uma alteração orgânica específica. O que os estudos demonstram é que o intestino das pessoas com SII tem uma maior sensibilidade a diferentes estímulos alimentares (alimentos ricos em gorduras, alimentos condimentados, café e álcool) e psicológicos (estresse, ansiedade, depressão, transtorno do pânico, estresse pós traumático).

Embora a SII não tenha cura, os sintomas podem ser tratados com uma combinação de mudanças de hábitos alimentares, terapias psicológicas e alguns medicamentos.

A principal mudança alimentar deve ser o fracionamento das refeições. Grandes quantidades em uma só refeição pode causar cólicas e diarreias, por isso as quantidades devem ser reduzidas em cada refeição e o número de refeições deve ser aumentado. Além disso deve-se evitar o consumo de alimentos que causem os sintomas. Uma boa maneira de identificá-los é manter um diário alimentar, mas no geral, recomenda-se evitar alimentos ricos em gorduras, alguns produtos lácteos, bebidas com álcool e cafeína, bebidas com grandes quantidades de edulcorantes artificiais e alimentos que possam causar flatulência.

Estudos demonstram que o uso de prebióticos, probióticos e simbióticos são eficazes no tratamento da SII. Além disso, alguns medicamentos como laxantes, medicamentos para diarreia e calmantes podem ser necessários para o controle imediato dos sintomas.

 
Veja também:
 
 

 

Bibliografia

National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases. Irritable Bowel Syndrome. Disponível em: http://www.niddk.nih.gov/health-information/health-topics/digestive-diseases/ibs/Pages/facts.aspx#treatment. Acessado em: 19/11/2014

Federação Brasileira de Gastroenterologia. Síndrome do Intestino Irritável. Disponível em: http://www.fbg.org.br/Textos/197/S%C3%ADndrome-do-Intestino-Irrit%C3%A1vel-(SII)-. Acessado em: 19/11/2014

Ford AC, Quigley EM, Lacy BE, Lembo AJ, Saito YA, Schiller LR, et al. Efficacy of Prebiotics, Probiotics, and Symbiotics in Irritable Bowel Syndrome and Chronic Idiopathic Constipation: Systematic Review and Meta-analysis. Am J Gastroenterol. 2014; 109(10):1547-1561.

Moayyedi P, Quigley EM, Lacy BE, Lembo AJ, Saito YA, Schiller LR, et al. The effect of fiber supplementation on irritable bowel syndrome: a systematic review and meta-analysis. Am J Gastroenterol. 2014; 109(9):1367-74.

Cadastre-se e receba nossa newsletter