Relação entre dieta vegetariana versus onívora e hábitos alimentares não saudáveis e IMC

Postado em 6 de abril de 2020 | Autor: Marcella Gava

Artigo investigou hábitos alimentares não saudáveis e IMC em indivíduos que seguiam uma dieta vegetariana e uma dieta onívora

Artigo investigou hábitos alimentares não saudáveis e IMC em indivíduos que seguiam uma dieta vegetariana e uma dieta onívora e avaliou a interação entre a dieta vegetariana e onívora e os hábitos alimentares não saudáveis (como ortorexia nervosa, restrição cognitiva) e IMC.

Os participantes foram recrutados em instituições como restaurantes, clubes, universidades, lojas, academias, randomizados e os dados foram coletados por formulário online. Os indivíduos eram arrolados em determinados grupos alimentares de acordo com sua autodenominação e com as características de suas dietas por pelo menos 12 meses. Também foram avaliados 3 diferentes aspectos de comportamentos alimentares: restrição cognitiva, alimentação emocional e alimentação descontrolada.

Fizeram parte do estudo 370 indivíduos, sendo que 188 eram vegetarianos e 182 eram onívoros. A idade média dos grupos foi semelhante e o IMC médio dos vegetarianos foi 21,72 kg/m², enquanto dos onívoros foi de 23,07 kg/m² (p<0,01). Indivíduos vegetarianos relataram mais comportamentos ortorexicos, apresentaram níveis mais baixos de restrição cognitiva, mais problemas associados à alimentação saudável e maior sentimento positivo sobre alimentação saudável em comparação aos onívoros (todos p<0,001). Indivíduos que seguiam uma dieta vegetariana foram diretamente associados a níveis mais altos de todos os aspectos da ortorexia nervosa (conhecimento de problemas associados à alimentação saudável e sentimentos positivos sobre alimentação saudável). Enquanto isso, indivíduos que seguiam uma dieta onívora apresentaram uma maior tendência à restrição cognitiva e um IMC mais elevado. A relação indireta entre padrões alimentares e restrição cognitiva mostrou que
a dieta vegetariana contribuiu para uma forte tendência à ortorexia nervosa. A restrição cognitiva associou-se positivamente ao IMC.

Assim, o autor concluiu que indivíduos seguindo uma dieta vegetariana reportaram mais comportamentos ortoréxicos e apresentaram menor IMC em comparação a indivíduos que seguiam dieta onívora e que restrição cognitiva foi maior em indivíduos onívoros que em vegetarianos. São necessárias mais pesquisa para entender melhor a  complexa relação entre tipo de dieta e padrões alimentares não saudáveis em adultos.

Referências:

Brytek-Matera A. Interaction between Vegetarian Versus Omnivorous Diet and Unhealthy Eating Patterns (Orthorexia Nervosa, Cognitive Restraint) and Body Mass Index in Adults. Nutrients. 2020 Feb 28;12(3).

Leia também