fbpx

Uso de formulações contendo amido no tratamento de diarreia

Postado em 12 de fevereiro de 2019 | Autor: Marcella Gava

Uso do amido em solução de reidratação oral pode trazer benefícios

Xin e Tester realizaram uma revisão de literatura sobre terapias em diarreia e uso de fórmulas contendo amido nessas situações. De acordo com a OMS, a diarreia deve ser tratada com solução de reidratação oral (SRO) composta por água, açúcar e sal, além de suplementação com 20mg de zinco/dia por 10-14 dias. Entretanto, quando utilizada em excesso, a SRO pode causar diarreia osmótica. Amidos e derivados de amido fornecem uma alternativa terapêutica para o tratamento dessa alteração com uma gama de funcionalidade e potencial vantagem terapêutica.

O amido tem dois destinos possíveis no intestino: hidrólise em glicose ou se não digerido fermentado no cólon. A “resistência” do amido à amilase digestiva humana significa que alguns dos alfa-glucanos são transportados para o cólon, onde podem atuar como um substrato fermentável para as bactérias endógenas e serem convertidos em ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), estimulando a absorção de fluidos e sódio e gerando inúmeros benefícios para a saúde.

Alguns autores avaliaram diferentes tipos de amido que têm sido utilizados em SRO e concluíram que o SRO contendo amido ou farinha têm vantagens sobre a SRO à base de glicose. Substituir a glicose por amido de arroz tem a dupla vantagem de produzir soluções de baixa osmolalidade e proporcionar um aumento da quantidade de substrato (polissacarídeo), que também ativa a absorção de sódio. Os tipos de amido mais utilizados nessa terapia têm sido de milho e de arroz.

No tratamento da diarreia aguda, a substituição de SRO com glicose por solução com alto teor de amilase de amido de milho reduziu a duração da diarreia em 55% e reduziu significativamente o peso fecal após 12h. As vantagens desta modalidade de abordagem incluem: compatibilidade e segurança, gosto neutro, pressão osmótica muito baixa, fonte de glicose (energia e promoção da absorção de sódio), liberação lenta de glicose durante a digestão, pode adsorver patógenos.

Com alta funcionalidade, segurança, baixo custo e pronta disponibilidade há muitas razões para investigar e explorar a aplicação de amidos em SRO.

Referência:

Qi X, Tester RF. Starch containing formulations for diarrhoea therapy. Clinical Nutrition ESPEN (2018).