O nutricionista pode prescrever fitoterápicos?

Postado em 11 de setembro de 2017 | Autor: Natalia Correia Lopes

Sim. Essa é uma atividade permitida aos nutricionistas, desde que sejam respeitadas a Resolução CFN Nº525/2013 e a Resolução CFN nº 556/2015 que determinam que “O Nutricionista poderá adotar a fitoterapia para complementar a sua prescrição dietética somente quando os produtos prescritos tiverem indicações de uso relacionadas com o seu campo de atuação”.
Além disso, é indicado que “o nutricionista deve basear-se em evidências científicas quanto a critérios de eficácia e segurança, considerar as contraindicações e oferecer orientações técnicas necessárias para minimizar os efeitos colaterais e adversos dos produtos prescritos.”

A prescrição do consumo de plantas na forma de chás pode ser realizada por todos os nutricionistas. A prescrição de plantas na forma de extrato, tintura ou outra forma de apresentação é de exclusividade dos portadores do Título de Especialista em Fitoterapia, conferido pela ASBRAN (Associação Brasileira de Nutrição). O processo de titulação acontece mediante análise de currículo e prova escrita.Mais informações podem ser encontradas no edital da ASBRAN.

 

Referências:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
NUTRIÇÃO. Edital Asbran nº 001/2017. Referente ao processo de concessão de
título de especialista em fitoterapia, 2017. Disponível em: http://www.asbran.org.br/arquivos/editalfito.pdf.

CONSELHO FEDERAL DOS
NUTRICIONISTAS. Regulamenta a prática da fitoterapia pelo nutricionista,
atribuindo-lhe competência para, nas modalidades que especifica, prescrever
plantas medicinais, drogas vegetais e fitoterápicos como complemento da
prescrição dietética e, dá outras providências. Resolução nº 525, de 19 de maio
de 2013.

CONSELHO FEDERAL DOS
NUTRICIONISTAS. Altera as Resoluções nº 416, de 2008,
e nº 525, de 2013, e acrescenta disposições à regulamentação da prática da
Fitoterapia para o nutricionista como complemento da prescrição dietética.
Resolução nº556, de 11 de abril de 2015.

 

Leia também