O que é melhor: NP pronta para uso ou individualizada?

Postado em 6 de fevereiro de 2019 | Autor: Natália Lopes

Diferença traz composição nutricional e objetivos distintos

O objetivo da nutrição parenteral (NP) é oferecer ao paciente todos os nutrientes suficientes para manutenção e/ou recuperação de seu estado nutricional e de saúde, assim, qualquer que seja o tipo de fórmula, ela precisa atender a esse objetivo.

Há no mercado bolsas de NP tricompartimentais prontas para uso. Essas bolsas possuem fórmulas padronizadas contendo lipídios, carboidratos, aminoácidos e eletrólitos. Possuem boa relação custo benefício, com disponibilidade imediata, apresentam menores chances de erros de prescrição e, por isso, poderiam ser consideradas mais segura, sendo uma boa opção terapêutica para centros com dificuldade de manipulação ou recebimento e armazenamentos adequados de soluções individualizadas.

No entanto, as bolsas de NP prontas para uso não possuem vitaminas e oligoelementos em sua composição, o que restringe seu uso em algumas populações de pacientes, como os obesos, com insuficiência renal, insuficiência hepática, e pacientes com grandes alterações hidroeletrolíticas.

Referências:

CASTRO, Melina G. et al. Diretriz Brasileira de Terapia Nutricional no Paciente Grave. BRASPEN J, São Paulo-SP, v.33,  Supl 1, p.2-36, 2018.

McClave SA, TAYLOR, Beth E. et al. Guidelines for the Provision and Assessment of Nutrition Support Therapy in the Adult Critically Ill Patient. Critical Care Medicine, [s.l.], v. 44, n. 2, p.390-438, fev. 2016. Ovid Technologies (Wolters Kluwer Health).

TOLEDO, Diogo; CASTRO, Melina G. Terapia Nutricional em UTI. 1ed. Rio de Janeiro: Rubio, 2015.