fbpx


O que são recursos ergogênicos em nutrição esportiva?

Postado em 1 de maio de 2021 | Autor: Rita de Cássia Borges de Castro | Tempo de leitura: 3min.

Esses recursos visam melhorar o desempenho no esporte

Os recursos ergogênicos são substâncias ou artifícios utilizados com o objetivo de melhorar o desempenho esportivo e a recuperação após o exercício. A palavra ergogênico é derivada das palavras gregas: ergo (trabalho) e gen (produção). Com isso, o intuito da utilização de ergogênicos é aumentar o desempenho através da intensificação da potência física, da força mental ou do limite mecânico e, dessa forma, prevenir ou retardar o início da fadiga.

Neste sentido, os recursos ergogênicos podem ser classificados em cinco categorias:

1-    Mecânicos: são os equipamentos esportivos mais leves, como os equipamentos ciclísticos com design aerodinâmico, ou os tênis mais leves a fim de gastar menos energia para movimentar as pernas e aumentar a economia de corrida, ente outros.
2-    Psicológicos: controle de estresse e ansiedade, com o objetivo de aumentar a concentração e força mental.
3-    Farmacológicos: esteroides anabólicos androgênicos, como eritropoietina, entre outros, muitas vezes considerados como doping pelo Comitê Olímpico Internacional.
4-    Fisiológicos: bicarbonato de sódio, citrato de sódio, dentre outros, que dependendo da abordagem também são considerados doping.
5-    Nutricionais: incluem carboidratos, cafeína, glutamina, vitaminas e minerais antioxidantes, ou micronutrientes em geral, aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA), creatina, carnitina, entre outros.

Os ergogênicos nutricionais servem principalmente para estimular o tecido muscular, por meio da oferta de energia para o músculo e aumento da taxa de produção de energia no músculo. Os nutrientes estão envolvidos com os processos geradores de energia por meio de três funções básicas: fonte energética, como os carboidratos; regulador de processos através dos quais a energia é produzida no corpo, como os micronutrientes; e promovedor do crescimento e desenvolvimento dos tecidos corporais, como os aminoácidos.

De maneira geral, uma alimentação adequada é fundamental para melhorar o desempenho de atletas ou de praticantes de atividade física. Por outro lado, deficiências nutricionais prejudicam o desempenho esportivo. Recomenda-se, portanto, que tanto atletas como praticantes de atividade física tenham uma alimentação equilibrada, a fim de garantir o fornecimento de todos os nutrientes necessários para a realização dos exercícios.

Referências

Tirapegui J, Castro IA. Introdução à Suplementação. In: Tirapegui J. Nutrição, Metabolismo e Suplementação na Atividade Física. 2012. 2ed. São Paulo: Editora Atheneu, p143-145.

Kerksick, C.M., Wilborn, C.D., Roberts, M.D. et al. ISSN exercise & sports nutrition review update: research & recommendations. J Int Soc Sports Nutr 15, 38 (2018). https://doi.org/10.1186/s12970-018-0242-y

Castell LM, Burke LM, Stear SJ, Maughan RJ. BJSM reviews: A-Z of nutritional supplements: dietary supplements, sports nutrition foods and ergogenic aids for health and performance part 8. Br J Sports Med. 2010 May;44(6):468-70. doi: 10.1136/bjsm.2010.073734. PMID: 20495060.
Nutrition and Athletic Performance, Medicine & Science in Sports & Exercise: March 2016 – Volume 48 – Issue 3 – p 543-568. doi: 10.1249/MSS.0000000000000852

Assine nossa newsletter: