Atuação do nutricionista em consultório

Postado em 5 de maio de 2017

Lara Natacci

Nutricionista com 23 anos de experiência em consultório, possui Especialização em Bases Fisiológicas da Nutrição no Esporte, Transtornos do Comportamento Alimentar, Mestre em Ciências da Saúde pela FMUSP e Doutoranda em Educação e Saúde também pela FMUSP

1. Qual é o perfil dos pacientes que procuram o nutricionista clínico em consultório?
A grande maioria das pessoas que procura o nutricionista busca o emagrecimento, a perda de peso. O que se repara é que a princípio as pessoas vão mais por estética do que por saúde. Existem alguns encaminhamentos de médicos, algumas condições específicas, como aumento de colesterol, gastrite, acompanhamento de cirurgia bariátrica, diabetes, e resistência insulínica, principalmente quando há o atendimento por plano de saúde, mas observa-se que a maior procura é mesmo para perder peso. O sobrepese e a obesidade cresceram muito na população brasileira e os hábitos alimentares continuam inadequados, apesar de uma procura por melhor ingestão de alimentos, uma alimentação mais equilibrada, ainda há muita gente acima do peso o que aumenta a procura pelo nutricionista.

2. Quais são as características que o nutricionista deve ter para conseguir atender as solicitações desse público?
Acho que o nutricionista deve ter, a princípio, uma boa capacidade de escuta, isso é muito importante, pois o cliente quer atenção. Costumo dizer que o quanto a gente se importa é tão importante quanto o que a gente sabe. Devemos mostrar para o cliente o quanto ele é importante, o quanto a gente se importa e ter uma boa escuta, uma escuta ativa, estar lá só para ele. Isso vai fazer com que se crie uma situação de empatia durante a consulta, um vínculo, uma conexão maior e também uma maior confiança no profissional. Hoje em dia, também se observa que existem cada vez mais especialidades na área da nutrição e isso diferencia o profissional. Então, se eu me especializar em uma área, eu vou receber mais indicações e recomendações tanto de colegas, como de outros profissionais, ou mesmo de pacientes para atender essa área específica. Essa é uma necessidade que vem acontecendo para o profissional, ter que se especializar e ser referência nessa área. Além da escuta e da empatia, a especialização é muito importante também.

3. Quais são os principais desafios dessa área?
A concorrência desleal, as promessas de perda rápida de peso, essas dietas milagrosas, esses métodos que se dizem milagrosos e que muitas vezes podem trazer resultados em curso prazo, são grandes desafios, porque sabemos que o resultado não é mantido, mas as pessoas são muito imediatistas, então acabam recorrendo para esse tipo de abordagem, para esse tipo de método e isso é realmente um grande desafio. Outro grande desafio é fidelizar o cliente, porque hoje em dia as pessoas são mais exigentes e são muito menos fiéis, não desenvolvem vínculo com os profissionais e com a possibilidade de ser atendido por nutricionistas no plano de saúde, observa-se muita evasão, o cliente vai a um nutricionista, depois vai a outro, depois a outro. Muitas vezes a criação de vínculo é difícil para o profissional, principalmente quando ele atende planos de saúde, por exemplo, onde a pessoa não poderá ser atendida com muita frequência, normalmente se faz esse atendimento uma vez por mês, então há a necessidade de criar estratégias de comunicação para manter esse vínculo com o cliente, senão vai haver evasão, a pessoa não vai continuar nesse atendimento, nessa relação com o nutricionista. Esses são alguns dos desafios, sabemos que sempre temos que evoluir, a nossa profissão atualmente está sendo mais reconhecida, mas há mais concorrência também, cada vez se formam mais nutricionistas e temos nos adequar a essa evolução.

4. Qual é a estrutura básica que o nutricionista precisa para conseguir atender em consultório?
O básico é ter algum lugar para atender. Tem nutricionistas que trabalham com uma forma mais comportamental e não usam alguns acessórios que são comuns ao nutricionista. Precisamos ter um espaço físico para atender, precisamos ter esse espaço bem equipado, que seja confortável para o cliente. Então o que seria ter um estrutura ideal? Seria ter uma sala que tivesse uma recepção, um recepcionista, um telefone para contato, de preferência, e inclusive, alguma forma de contato on line, no site, blog, redes sociais, isso faz com que as pessoas vejam que o nutricionista existe e acompanhem a divulgação do seu trabalho. Além disso, há necessidade de aparelhos básicos, como balança, estadiômetro, trena antropométrica, compasso de dobras ou aparelho de bioimpedância. Existem alguns consultórios em que há um aparelho de calorimetria indireta, que é um exame que faz a medição de quantas calorias nosso organismo gasta por dia. Seria interessante ter materiais educativos também, como réplicas de alimentos ou lâminas de orientação, computador, impressora, são alguns dos equipamentos que podem ser utilizados. Mas nada é super necessário, a gente consegue começar até com um padrão muito mais simples. tem gente que atende na casa das pessoas, faz o personal diet e leva alguns equipamentos  e alguns materiais para lá, mas tudo pode ser repensado porque no início de carreia, a quantia que temos para investir é pequena.