fbpx


Consenso Estratégias Nutricionais no Atletismo

Postado em 31 de agosto de 2020 | Autor: Roberta Ciudi

Intervenções nutricionais contribuem para preparação e performance do atleta

O atletismo abrange uma grande variedade de modalidades esportivas, envolvendo provas de velocidade, provas de arremesso e lançamento, provas de salto, no qual o sucesso de tais competições tem como base a condição fisiológica, psicológica e biomecânica do indivíduo.

A Federação Internacional de Atletismo reconhece a importância do papel de intervenções nutricionais na preparação e performance do atleta. O consenso reúne os princípios da nutrição esportiva, identificando estratégias gerais que podem ser utilizadas para que atletas obtenham sucesso durante as competições em suas respectivas modalides.

O quadro a seguir contém informações baseadas no “Consenso das Federações da Associação Internacional de Atletismo: Nutrição Para Atletas”

 
Modalidade Estratégia Nutricional
100 metros com barreiras

200 metros e 400 metros com barreiras

  • Maior foco na nutrição durante período de treinamento do que durante o período de competição, devido ao treinamento requerer maior demanda do que a competição
  • Enfatizar estratégia do momento da ingestão de nutrientes antes, durante e após o treinamento visando melhora do desempenho, recuperação e composição corporal
  • Algumas evidências apoiam a utilização de suplementos ergogênicos (cafeína, creatina, beta-alanina e bicarbonato)
Arremesso e lançamento combinados
  • Periodização de macronutrientes de acordo com demanda do treinamento e ciclo de competição
  • Uso apropriado de recursos ergogênico, como creatina, beta-alanina e/ou cafeína, dependendo do evento, fase do treinamento e objetivos
  • Planejamento nutricional e estratégias de hidratação para suportar dias consecutivos de competição e temperaturas elevadas
Provas de meia distância
  • Periodização nutricional de acordo com a demanda do treino e volume e intensidade da competição
  • Possível suplementação de bicarbonato de sódio e beta-alanina
  • Abordagem periodizada para melhora da composição corporal através do ciclo de treino, visando otimização do desempenho – peso corporal em período de competição
Provas de longa distância
  • Periodização de carboidratos de acordo com volume de treino, objetivos adaptativos e sessões e fases de treino
  • Periodização da composição corporal para balancear saúde e performance
  • Estocagem de carboidrato anteriormente a corrida, ingestão de carboidrato durante a competição
  • Planejamento de hidratação antes e durante a competição, para suprir a perda de água ao longo da corrida
Maratonas e Corridas de Montanha
  • Periodização de macronutrientes de acordo com demanda de sessões de treino e competição
  • Teste de estratégias nutricionais durante sessões de treino (observação do comportamento intestinal e possíveis desconfortos)
  • Conhecimento de tolerância intestinal quanto a ingestão de alimentos e fluidos e ajuste do planejamento alimentar de acordo com a mesma
  • Estratégias nutricionais destinadas a corrida, para garantir as quantidades necessárias de carboidrato, incluindo os estoques de glicogênio anteriormente à competição e a ingestão deste macronutriente durante o evento, visando beneficiar o tecido muscular e sistema nervosos central

 

Referência

BURKE, et al. International Association of Athletics Federations Consensus Statement 2019: Nutrition for Athletics. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism, 1–12. 2019

Leia também



Cadastre-se e receba nossa newsletter