>


Pós-operatório da cirurgia bariátrica: como resolver as dúvidas do paciente?

Postado em 24 de abril de 2024

Novo material da SBCB e ABESO respondem questionamentos comuns de pacientes bariátricos.

No pós-operatório da cirurgia bariátrica, vários questionamentos podem surgir no paciente operado. “Preciso suplementar micronutrientes? Como prevenir o reganho de peso? O que comer após a cirurgia?” são exemplos de dúvidas comuns. 

Pós-operatório da cirurgia bariátrica

Fonte: Canva.com

Pensando nesta fase, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (SBCB), em parceria com a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (ABESO), publicaram um novo e-book com foco no pós-operatório da cirurgia bariátrica.

Em forma de perguntas e respostas, as sociedades trazem respostas para as principais perguntas dos pacientes que passaram pela cirurgia. Confira-as a seguir.

Quantos quilos se perde após a cirurgia bariátrica?

A perda de peso após a cirurgia bariátrica varia muito de pessoa para pessoa. Dentre os fatores que interferem, estão inclusos:

  • Idade 
  • Gênero
  • Tipo de cirurgia
  • Adesão à atividade física
  • Genérica
  • Doenças

Geralmente, pacientes mais jovens e mais ativos, com menor peso inicial e menos problemas de saúde perdem mais peso. 

Além disso, técnicas cirúrgicas como a da derivação gastro-jejunal em Y-de-Roux (DGYR) levam a uma redução maior do excesso de peso (65 a 85%) do que a gastrectomia vertical (55 a 75%), por exemplo. 

O menor peso depois da cirurgia será notado após 18 meses da operação. Vale ressaltar que a maioria dos pacientes atinge o sobrepeso ou a obesidade grau I, e raramente chegam ao peso normal/eutrófico apenas com a CB. 

Leia também: Fatores ambientais que determinam o IMC após cirurgia bariátrica 

O que comer após cirurgia bariátrica?

Logo após a cirurgia, a dieta passa por etapas progressivas: 

1) Dieta líquida: caldos e sopas coados, sucos, leite, iogurte líquido.

2) Dieta pastosa: além de todos os líquidos, purês, sopas cremosas, caldo de feijão, vitaminas de frutas e suplementos alimentares de proteínas, como whey protein. 

3) Dieta branda: alimentos ricos em proteínas e outros nutrientes, muito cozidos e com poucas fibras, que devem ser bem mastigados. 

4) Dieta normal: já se pode incluir alimentos crus e fibras integrais, evitando apenas aqueles ricos em açúcar e gorduras, ultraprocessados, bebidas gaseificadas e álcool.

As proteínas são os nutrientes mais importantes para o paciente bariátrico. Elas podem provir de fontes animais, como carnes, ovos e leite, ou de fontes vegetais, a partir das leguminosas. Os suplementos proteicos também podem ser necessários, tal como o whey protein ou a albumina em pó.

Saiba mais em: Cirurgia bariátrica: tipos e recomendações nutricionais

Quais suplementos um bariátrico deve tomar?

Indica-se os seguintes suplementos para o paciente bariátrico:

  • Vitaminas B1, B6 e B12 (injetável ou sublingual) 
  • Vitamina D (cápsulas ou comprimidos)
  • Citrato de cálcio
  • Ferro
  • Polivitamínicos com zinco, cobre, folato, selênio e vitaminas A, E, K e C

Em relação às doses, estas variam de acordo com a técnica cirúrgica, idade, problemas de saúde, gestação e outros fatores. Por isso, os profissionais de saúde precisam fazer avaliações periódicas para orientar a suplementação.

Vale ressaltar que a cirurgia bariátrica exige suplementação pelo o resto da vida, sem exceção. Isso por conta da menor ingestão de alimentos e pela menor absorção de nutrientes.

Sintomas digestivos após cirurgia bariátrica: o que fazer?

No pós-operatório da cirurgia bariátrica, não é raro experimentar alterações no funcionamento do sistema digestivo, por conta das mudanças anatômicas e metabólicas advindas da operação.

Os sintomas digestivos mais comuns são:

  • Náuseas e vômitos
  • Diarreias
  • Flatulência
  • Dor abdominal
  • Dificuldade para tolerar alimentos ricos em fibras, açúcar e gorduras

Para driblar estes problemas, as sociedades de saúde recomendam:

1) Manter-se hidratado. Tomar líquido entre as refeições, mas não durante as mesmas, para evitar distensão estomacal.

2) Comer devagar e mastigar bem. Isso ajuda a digestão e evita desconforto após as refeições.

3) Identificar os alimentos problemáticos. Depois, evitar comê-los ou comer com moderação.

4) Dividir as refeições em porções menores ao longo do dia. Isso evita a sobrecarga do estômago e contribui para a digestão.

5) Buscar assistência médica. Se os sintomas digestivos forem persistentes ou acompanhados de febre, sangramento e outras manifestações preocupantes, é caso de procurar omédico imediatamente.

Acima de tudo, o paciente deve obedecer às instruções médicas e nutricionais para aliviar os sintomas e evitar problemas futuros. 

Como evitar o reganho de peso pós bariátrica?

É considerado normal haver um reganho de até 10% dos quilos que foram perdidos nos 18 meses pós-operatório da cirurgia bariátrica.

Porém, para ajudar a prevenir valores acima disso, algumas mudanças no estilo de vida são necessárias.

No âmbito da alimentação, recomenda-se controlar as porções; priorizar frutas, hortaliças, proteínas magras e grãos integrais; evitar alimentos ultraprocessados, ricos em açúcar e gorduras saturadas; manter-se hidratado; e criar um diário alimentar.

No âmbito do exercício físico, os autores indicam pelo menos 150 minutos de atividade física moderada por semana. Além disso, deve-se buscar uma rotina mais ativa, como caminhar e subir escadas. 

A esfera social e emocional também é muito importante nesse processo. Orienta-se compartilhar os objetivos com amigos e familiares; evitar alimentação emocional; e praticar técnicas de relaxamento para controle de estresse, como meditação e ioga. 

Sobretudo, estar acompanhado pela equipe de bariátrica é fundamental para evitar o reganho de peso. A maior parte dos pacientes que voltam a ganhar peso deixaram de fazer o acompanhamento com os profissionais de saúde.

Outras recomendações

Além das questões abordadas até aqui, o material também traz outras respostas para questões comuns no pós operatório da cirurgia bariátrica, incluindo:

  • Quais doenças tendem a melhorar ou a desaparecer depois da operação?
  • Como fica a saúde da mulher operada?
  • Como a bariátrica pode afetar minhas emoções?
  • Entre outros.

Para conferir o e-book completo, clique aqui.

Se você gostou deste material, leia também:

Referência:

O pós-operatório da cirurgia bariátrica [livro eletrônico] : um guia para resolver as principais dúvidas dos pacientes / Denis Pajecki, Álvaro Albano, Sylka Rodovalho ; coordenação Jacqueline Rizzolli. — 1. ed. — São Paulo : Vitamina Conteúdo, 2024.

Cadastre-se e receba nossa newsletter