fbpx


Vitamina C reduz risco de doenças crônicas

Postado em 25 de outubro de 2021 | Autor: Eduarda Rodrigues| Tempo de leitura: 2 min

O estudo buscou avaliar a associação da vitamina C com doenças cardiovasculares e Alzheimer

vitamina C risco de doenças

A vitamina C, também denominada de ácido ascórbico, é um componente essencial da dieta, podendo ser encontrada em frutas e vegetais.  Desempenha importantes funções em processos biológicos, como eliminação de radicais livres, metabolismo de colesterol em ácidos biliares, proteção de membranas lipídicas, além de síntese de alguns neurotransmissores.

Estudos anteriores ainda mostram que a ingestão de vitamina C ajudaria a prevenir e evitar a progressão de doenças cardiovasculares e de doenças correlacionadas com a idade, como a doença de Alzheimer (DA), entretanto esses estudos foram inconclusivos.

Para investigar a fundo essa relação, um estudo recente de randomização mendeliana (RM), avaliou a associação de vitamina C com a ocorrência de 9 doenças cardiovasculares e o Alzheimer.

Para o estudo, os pesquisadores utilizaram onze polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) associados a níveis plasmáticos de vitamina C, como variáveis instrumentais para avaliação do nível da vitamina no plasma, e para avaliação da casualidade do ácido ascórbico nas Doenças Vasculares e doença de Alzheimer foram retirados dados de consorcios e estudos de associação do genoma usando o método de ponderação de variância inversa (PVI) de efeitos fixos.

 

Afinal, a vitamina C pode reduzir risco de doenças crônicas?

 

Ao final da analise, foi observado que níveis plasmáticos mais elevados de vitamina C foram associados à diminuição do risco de acidente vascular cerebral (AVC) e doença de Alzheimer, entretanto não mostrou correlação com risco de outras doenças cardiovasculares.

Em conclusão, os pesquisadores associam que a ingestão insuficiente da vitamina C está relacionada com maior risco do surgimento de Alzheimer e AVC, sugerindo que a ingestão adequada da vitamina contribuiria na prevenção dessas doenças. Entretanto, ressaltam que mais estudos devem ser realizados para entender essa correlação.

 

Referência

CHEN, Lu et al. The impact of plasma vitamin C levels on the risk of cardiovascular diseases and Alzheimer’s disease: a mendelian randomization study. Clinical Nutrition, [S.L.], v. 40, n. 10, p. 5327-5334, out. 2021. Elsevier BV.

Leia também



Cadastre-se e receba nossa newsletter